Caminhando nos planos

Padrão

Saudações, Nerds!

Hoje eu venho contar um pouco de minhas experiências no Draft. Para falar a verdade eu me considero um jogador que não se dedica como deveria ao formato. Eu costumo sim, ler bastante sobre tudo que é relacionado à Magic e conseqüentemente ao formato em si, pois acredito que esse tempo que eu deixo de treinar, pelo menos eu estou adquirindo conhecimento pelas experiências dos outros.

Sábado passado fui para Salto, uma cidade vizinha, jogar Draft. Na verdade eu ia pra jogar Comannder, mas como o pessoal animou em jogar, fui na onda deles. Só que o nosso Draft tinha um atrativo diferente: antes de abrir os boosters, os jogadores recebiam pequenos decks de M13, um de cada cor, contendo 30 cartas entre comuns/incomuns e terrenos básicos. Depois que você draftasse, tinha a opção de colocar as cartas no seu próprio deck. É diferente, confesso que nunca tinha visto alguém que tenha jogado um Draft dessa maneira, todos até gostaram da idéia, mas tinham alguns problemas…

O que deu pra perceber: ninguém queria ficar com o deck vermelho e todos queriam o preto (Nighthawk, estou olhando pra você). Adivinha quem foi um dos sorteados com o deck vermelho? Isso mesmo, esse ser que vos escreve. Chateado por ter sido sorteado com o deck que ninguém queria, abri e minha decepção começou a mudar para uma grata surpresa:

Lista do deck Chandra

13 Montanhas

1 Cria de Dragão

1 Fúria de Chandra

2 Lança Cauterizante

1 Chamas da Instigadora

1 Elemental do Fogo

1 Cátaro Fervoroso

1 Diabo Escaldante

1 Javali Presa de Navalha

1 Aposta Cega

1 Filhote da Fornalha

1 Pirômano Goblin

2 Diabos Baderneiros

1 Goblin Bufão de Batalha

1 Fúria Inflamada

1 Revolta do Cutelo

Chamas da Instigadora, Fúria de Chandra e Lança Cauterizante: essas três cartas me chamaram muito a atenção por serem facilmente splashaveis, dão um alcance bom de dano letal pro deck, alem de serem possíveis remoções. Eu tinha em mente tentar fazer um UW Fly, que considero ser um dos melhores arquétipos do formato. Podendo puxar, com sorte, 1 ou 2 Archaeomancers, meu deck ficaria do jeito que eu desejava.

Primeiro booster vem um Arquedruida Elfo de rara e nenhuma carta muito interessante. Optei por um Pacifismo, que é um excelente “removal” pro formato (Nighthawk, estou olhando novamente para você). No segundo, fui agraciado com um Invocação de Talrand. Meu plano de UW Fly começava a se desenhar. Depois, seguidamente, peguei Welkin Tern, outro Pacifismo e um Faerie Invaders! Adoro quando as coisas saem dentro do planejado!

Com uma boa base do deck, eu ainda queria alguma “bomba” na cor, do tipo Serra Angel ou Esfinge de Uthuun (sonhar não custa nada). Ela não veio, mas abri um Cajado de Nin que sabia que seria extremamente útil pra me dar um gás no mid/late game. Com mais algumas cartas na cor, incluindo outro Faerie Invaders e outro Archaeomancer, meu deck ficou assim:

UWr Fly

Terrenos

12 Ilhas

6 Planicies

1 Evolving Wilds

1 Montanha

Criaturas

2 Faerie Invaders

2 Welkin Tern

2 Archaeomancer

2 Watercourser

2 Wind Drake

1 Scroll Thief

1 Attended Knight

Mágicas

2 Talrand Invocation

4 Pacifismo

1 Oblivion Ring

1 Divination

1 Divine Veredict

1 Sleep

1 Unsummon

Artefatos

1 Cajado de Nin

1 Ring of Evos Isle

 

Vale ressaltar que por ser um Draft com os mini decks, foi determinado o mínimo de 50 cartas pelos jogadores. Com as cartas vermelhas do deck da Chandra, o deck ficou exatamente do jeito que eu queria. Tinha resposta para praticamente tudo. QUATRO Pacifismos não me deixam temer nenhum tipo de ameaça (Hey Nighthawk, é você mesmo!). Dois Archaeomancers, combinados com o Burns, Invocation e Sleep podiam fazer altas traquinagens. Destaque também para Watercourser, que se mostrou uma carta muito forte. Faz muito bem o papel na defesa contra os vários bichos 2/2 do formato no ataque é insano batendo 4.

No side, destaque para Harbor Serpent, um bicho que muitas vezes é uma verdadeira bomba, Negate, importante contra cartas como Sleeps alheios e Predatory Rampage e Erase, contra Auras que podem incomodar um pouco como Mark of the Vampire.

Confesso que memória não é muito o meu forte, mas tentarei fazer um pequeno report das matches.

1ª rodada: RW

O deck dele era um RW agressivo, com algumas combat tricks como Fúria Inflamada e Glorious Charge.

Game 1: Apesar de ter montado um deck do meu gosto, pela primeira mão eu achei que não seria o meu dia: 7 ilhas. Mulliguei a 6 e comecei com Welkin Tern no segundo turno, que pressionou ele contra a parede. Apesar disso, o game demorou um bom tempo. Ele chegou a fazer um Mindclaw Shaman que tirou minha Chamas da Instigadora e meus bichos de jogo. Um Faerie Invaders no passe acabou com o jogo.

Game 2: Não tínhamos muito tempo e acabei ganhando por 1×0 mesmo.

2ª rodada: GW

Ele meio que zicou nos dois games, mas deu pra ver que era um GW, que abusava de criaturas gordas como Prized Elephant e Primal Huntbeast.

Game 1: Ele só fez uma mágica relevante no turno 4, o próprio Huntbeast. Desci um Watercourser e passei. Ele equipou o Huntbeast no Ring verde e comecei a me preocupar. Bati com o Watercourser para forçá-lo a trocar com meu bicho, mas ele não caiu. Fiz uns bichos fly pra poder clockar por cima, enquanto a besta ficava ainda maior aos poucos. Minha força aérea foi suficiente para derrubá-lo.

Game 2: Não lembro muito bem, mas sei que os danos das cartas vermelhas foram essenciais para ganhar na race dos bichos gordos que batiam por baixo. Nesse game ele fez um equipamento que da +1/+0 e voar e equipou mais uma vez na Huntbeast, o que me obrigou a gastar um O-ring para poder iniciar o clock. Archaeomancer + Chandra fecharam o game.

3ª rodada: Monogreen

Ele foi sorteado com o deck verde do Garruk, que contem nada mais nada menos que QUATRO Deadly Recluse, alem de Prey Upons, ramps e vormes 7/7. Alem do mais ele tinha aberto um Garruk no booster!

Game 1: Mulliguei a 4, depois de na segunda mão ter começado com 6 ilhas (alguém precisa treinar mais seu embaralhamento..). Fiz Welkin Tern e ele a aranha do mal. Troquei na aranha pra poder fazer minha Invocation mais seguramente e ele voltou com mais aranhas. Gastei um Pacifismo numa Sentinel Spider que me traria muitos problemas. Ele fez Garruk, quando eu tinha 3 da vida e apenas um Welkin Tern 4/3 graças aos marcadores do Ring que estava equipado nele. Pensou até em comprar as cartas, mas percebeu que não poderia ser bloqueado pelo meu único bicho. Criou uma token e passou. Não comprei nenhum bicho ou mágica pra lidar com o token e perdi.

Game 2: Um atropelo. Ele fez uma aranha que eu prontamente queimei para dar livre acesso ao Welkin Tern. Uma Invocation e mais alguns Burns (graças à mana vermelha da mão inicial) fecharam o game uns turnos depois.

Game 3: Mais uma vez me falha a memória, quase perdi o jogo quando tinha um Cajado de Nin e em vez de matar um Elfo Visionário no meu turno, deixei para matar na fase de ataque e acabei levando um Titanic Growth que me deixou na red zone. Mas a card advantage do Cajado era enorme e fechei o caixão quando ele tinha 3 pontos de vida com uma Lança Cauterizante

Na ultima rodada, valendo um Graveborn, perdi pra um UW, que impressionantemente tinha não só uma, mas DUAS Esfinges de Uthuun. Foram dois games rápidos, onde em ambos perdi depois de tomar dois Sleeps.

Esse foi o primeiro draft que eu senti que fiz tudo certo: montei o deck do jeito que queria, tinha um bom plano de jogo, com cartas que interagiam entre si. Perdi porque o deck do meu oponente era ainda melhor e contando com aberturas não tão rápidas quanto às dele. Importante ressaltar buscar informações sobre o formato e principalmente a leitura foram essenciais em minhas escolhas para montar o deck. Perdi meu Graveborn, mas ganhei muito em experiência de jogo.

Espero que tenham gostado do artigo de hoje e que ele possa ajudar vocês em suas escolhas para os próximos drafts. M13 é uma edição muito boa para se draft ar, onde não ganha quem tem a maior bomba e sim, quem consegue fazer um deck equilibrado e com interações entre si.

Gostaria também que me enviassem sugestões para os próximos artigos, a participação de vocês é fundamental para o sucesso do blog!

Até semana que vem!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s